quarta-feira, 25 de junho de 2008

Só os gatos é que conseguem!



(fotografia da gata do Pedro Amaral Couto fazendo um exercicio dificilimo de equilibrismo)

23 comentários:

Abobrinha disse...

JOaninha

Um gato meu fazia melhor: subia às árvores mas não conseguia descer! Ou seja, por duas vezes tive que chamar os bombeiros. De uma das vezes teve que se abater a árvore! O filho da mãe do gato ficou-me por uma fortuna. MAs eu nem me teria importado, se ele não tivesse morrido tão cedo.

Pedro Amaral Couto disse...

"A Joaninha voa, voa no seu cavalo!" Não me lembro do resto...

A gata tentou subir a árvore de Natal no ano passado, mas estava mais pesada. Nem sequer avisou com "TIIIMBER!". Quando fazem asneira desaparecem do local do crime ou dão um pequeno miado com ar inocente...

Deixo-te mais umas fotos:
Batatinha escondida
Batatinha no bidé
Batatinha no bidé 2

Joaninha disse...

Pedro,

Seja bem vindo!

Tens de saber o resto porque essa eu não conheço!

Joaninha disse...

Pedro,

Sabes, os cãe faze o mesmo, desaparecem do local do crime :)

Abobrinha disse...

Pedro

Essas fotografias da tua gatinha no bidé fizeram-me lembrar de outro truque que o meu gatinho fazia: deixava a correr um fiozinho de água e ele lavava as patinhas! Não foi um acto isolado, era sistemático. Tentei tirar fotos em condições dele a fazer isso, mas nunca calhou.

Que saudades que eu tenho dele!

Pedro Amaral Couto disse...

Não conheces a música da Joaninha?!
Joaninha

É por isso que há cães e gatos que safam-se dos castigos.

Pedro Amaral Couto disse...

Ah, ah. A minha gata quando quer água vai atrás de mim a miar e leva-me para uma pia à espera que abra a torneira. Se deixar cair um fio de água ela faz o mesmo e passa a pata pela cabeça, como se estivesse a pentear.

Uma outra gata - que já morreu - tinha um ursinho de peluche que usava como se fosse uma cria. Ela mostrava o peito e ronronava quando se fazia pressão com o ursinho, como se estivesse a mamar. Depois lambia-o e levava-o pelo cachaço. Mas era inteligente. Ela sabia abrir as portas pela maçaneta e esperava que todos fossem embora para roubar bacalhau (encontrado no chão no dia seguinte...). Em sua homenagem fiz a minha primeira pintura a aguarelas.

Joaninha disse...

Bem é lindo! Não conhecia a musica, ficará para um proximo post:)

Quanto á tua gata inteligente, a bichos inteligentes e outros nem por isso.

Tive um cão, um cocker, que abria portas, frigorificos e aprendeu a abrir o forno.

Mas atenção aprendeu a abrir o forno já cego e surdo. Conseguiu abrir, tirar um frango de dentro do pirex, sem deixar cair o pirex e sem deixar qualquer nodoa de gordura no chão!
(nota que ele já estava cego quando nos mudamos para esta casa)
Tb conseguiu subir á bancada da cozinha e tirar de dentro do cesto de escorrer a loiça uma perna de peru que estava a descongelar, mais uma vez sem deixar cair nada.


Já esta cadela que eu tenho agora, é linda de morrer, é um beagle lindo mesmo, mas é burrinha que nem um cepo, o verdadeiro prototipo da loira boazona mas burra :)

antonio disse...

Penduraste o gato como decoração de Natal? Que maldade!

Abobrinha disse...

Pedro e Joaninha

Eu tive um gato que amamentou os filhos. E não, eu não me enganei a escrever nada na frase anterior.

Também tive um par deles que mamavam nas minhas camisolas de lã. Mas isso suponho que todos façam numa altura ou outra.

Também tive grandes artistas na arte de roubar bacalhau e doces.

Abobrinha disse...

Pedro

Acho que me lembro dessa série japonesa. A não ser que esteja a confundir com outra qualquer série japonesa com louras de olhos azuis descomunais e pernas de 2 metros com Adónis lindíssimos mas meio amaricados ao lado. E olhos enormes a ocupar metade do rosto.

Krippmeister disse...

"Um gato meu fazia melhor: subia às árvores mas não conseguia descer! Ou seja, por duas vezes tive que chamar os bombeiros. De uma das vezes teve que se abater a árvore! O filho da mãe do gato ficou-me por uma fortuna."

Com uma pistola de paintball teria tirado de lá o gato de borla, e nem precisava maltratar a árvore.

Abobrinha disse...

Herr K

Tu podes não acreditar, mas um vizinho tentou isso mesmo. O resultado foi uma mijadela fenomenal no rapaz. Pena não ter acertado! E o meu gatinho ficou com uma mancha de tinta cor de rosa no lombo.

Mas não foi por vergonha pela mancha tão gay que ganhou que ele fugiu quando a árvore veio abaixo: foi porque assumiu (com razão) que eu lhe torceria o pescoço se ele viesse ter comigo.

Como disse, o bicho ficou-me por uma fortuna. Mas a única pena que eu tenho foi de ele não ter durado mais tempo porque era um doce.

Não tenhas pena da árvore: era mesmo para abater. Simplesmente antecipou-se uns dias.

Pedro Amaral Couto disse...

Joaninha,
o cão devia abrir o forno para tirar um peru porque não sabia que estava a ser observado. LOL

Abobrinha,
aquele desenho-animado era como uma tele-novela para mim e para os meus irmãos. Só me lembro que a Joaninha era orfão, estava apaixonado com um moço que ficou a saber que tinha tuberculose... e depois descobriram que eram irmãos.

Há uma solução para gatos que ficam presos nas árvores: 1.

Anónimo disse...

O Marte é perito em subir à árvore de Natal e anrir armários e janelas. Já a Violeta é perita em roubar tudo o que for do Marte e da coelha Rosita... Enfim, é um Zoo feliz... Rosarinho

Joaninha disse...

Rosinha,

Tens é de me mandar uma fotografia do Marte com a boca na botija para eu por aqui :)

Até porque eu e o Marte temos uma relação especial, foi eu quem lhe deu o primeiro biberon e ele tem a mesma paixão que eu e tu....Mantinhas e romrom!
É indecente que não tenha mais post com o meu afilhado felino ;)

Djinn disse...

Ohhhhhh mas que giro! Os gatos são o máximo :):)

Perla disse...

Afinal, Natal também pode ser quando um gato quiser! :P

Bjokas

Vieira Calado disse...

Os gatos... e as gatas...
Bom resto de semana.
bjs.

Karin disse...

A foto está linda.:)
A minha gata andava nos estendais da roupa, mas nunca me lembrei de tirar uma foto.

Joaninha disse...

Karin,

isso é que foi pena, devia ficar lindo a gata nas cordas da roupa.

Perla,

hehehe :)

Vieira,

Bom fim de semana ;)

Abobrinha disse...

Karin

Nos tempos de máquinas a rolo justificava-se não disparar fotografias a torto e a direito. Agora já não! Toca a tirar fotografias à gatinha no estendal e partilhar com o povo!

Abobrinha disse...

... se faz favor...