quarta-feira, 2 de julho de 2008

Virgula.


Virgulei a minha frase ou talvez mesmo a minha vida. Neste momento ela necessitava de uma virgula.
Não propriamente uma paragem definida em ponto e menos ainda uma mudança marcada em ponto final, era mais uma paragem breve mas pausada em forma de virgula transformada, mudando-lhe o sentido mas sem mudar verdadeiramente nada.
Coloquei-lhe a pausa necessária, o pequeno requerido silêncio, quebra mas sem inicio obrigatório.
Virgulei-me meus caros, mas não parei.
Não mudei em nada o meu caminho, nem as ideias, nem o destino, continuo cá igual mas agora com virgula, para ver se dou sentido a uma frase que necessita.

14 comentários:

Karin disse...

Talvez as vírgulas sejam mais significativas que os parágrafos.:)
bjs

Abobrinha disse...

Joaninha

Havia um desenho animado quando eu era pequena que era o "virgul". Era um chavalo de chupeta e berço ainda que saia do berço quando a mãe virava costas e fazia um monte de cenas que não me lembro (velhice!).

Eu semeio vírgulas e parágrafos com abundância. E pontos de exclamação!

annie hall disse...

Pontos finais é que não , muitas virgulas :)inhos

Krippmeister disse...

Uma pausa para respirar?

Em breve, uma casa para guardar as vírgulas...

Joaninha disse...

Tá lindo o teaser Krippa,
Estou em pulgas.

alf disse...

é assim que eu faço, meto muitas virgulas, essa parece-me a melhor maneira de continuarmos sempre o nosso caminho. As virgulas dão-nos o impulso para avançarmos.

Mais um texto muito bem escrito!

Joaninha disse...

Karin,

Eu acho mesmo que são mais signifivativas.

Tia Annie,

Ponto finais tb não quero, são demasiado drasticos ;)

Alf,

As virgulas são fantasticas :)

Perla disse...

Já pensaste se não existissem vírgulas?... seria tudo muito baralhado e confuso! Então, para evitar confusões, há que as colocar no seu devido lugar, pois então!

Gipsy Queen disse...

Lá estou eu aqui toda arrepiada outra vez... O Texto está lindo! :)

Paulo disse...

Gostava de informar que não sou engenheiro, não que fosse dificil (como vimos pelo PM) mas apenas porque sou de economia.

Pronto esclarecimento definido ;)

Tenho que fazer minhas as palavras da gata que escreveu em cima (Gipsy Queen) e dizer que o texto muito bom.

Nunca pensei em virgular-me mas, concerteza, vou começar a faze-lo!!!

Beijo

Joaninha disse...

Paulo,

Experimenta é fantastico.

É pá és economista? Sr Dr?
MAs eu gosto de te chamar engenheiro, para mim és engenheiro e ponto final! Sem virgula.

antonio disse...

Virgulando estamos cada vez melhor.

Djinn disse...

Olha que dá que pensar...virgular...bem visto de facto :)

miguelav disse...

A virgula representa texto pensado, sentido e vivido pelo autor. A pena avança, não ás cegas, mas guiada, inflete e muda o sentido à escrita com umas virgulas bem pensadas.