quinta-feira, 25 de junho de 2009

A egoísta

Ás vezes não me aturo, às vezes não me aguento, tem dias que não me consigo olhar no espelho.

Deus! A mim nada? nada?...Eu que tantas vezes, seja por dor ou desespero, tanto de ti solicito sempre esperando tão pouco.

Não seria eu, que de ti já nada espero, aquela que de ti tanto esperou durante tanto tempo?

E espero, espero, com os olhos no sereno bater de asa do povo desatento, no arrastar de chinelo da mulher do merceeiro, no cheiro intenso dos morangos amadurecendo, apodrecendo, na caixa de madeira frente à curva da estrada, estranha torta onde o homem com o palito na boca se recorta.

Rio para dentro, ninguém sabe, sabes Tu e eu e o vento, que me rio de Ti, Contigo e dos outros, com eles e outras vezes muito a sós comigo mesmo.

E depois, depois dos meus risos torturas-me cruelmente, sem prazeres penso, sei lá talvez até em descontentamento, mas torturas-me da pior maneira e no pior tempo.

Não me aturo, não me suporto, neste desgastado, aborrecido evento que é a vida lenta, lenta, morrendo como um peixe com uma única guelra dentro de agua estagnada.

Ai de mim Deus meu! Ai de mim que me afogo, eu que de ti pedi tão pouco, afinal quero apenas...quero tudo, quero a todos!

13 comentários:

Abobrinha disse...

Querer tudo e a todos... parece-me uma pretensão mais que legítima!

Tisha disse...

Fiquei com o coração mais apertadinho agora... mas gostei! Muito... :)

Beijo*

antonio - o implume disse...

A anulação do espelho é o início do caminho de uma epiritualidade. O diálogo das nossas próprias desilusões, a criação de um deus nosso, pessoal, feito à medida do nosso descontentamento, que nos castiga frustrando as nossas expectativas. Um deus de companhia, que levamos por trela a passear ao domingo.

E depois, sobre tudo isto, existe Deus e o Seu ancestral apelo.

Daniel Santos disse...

gostei do teu momento de egoísmo.

Blondewithaphd disse...

Jo at her very best! Congrats gal!

Krippmeister disse...

Lindo, como sempre. Mas com o toque especialmente interessante de responsabilizar deus pelas merdas que faz : )

Beijão

alf disse...

Retrato perfeito do pensamento de pessoas que conheço que querem tudo, ou seja:

não querem que o Mundo seja como é, recusam-se a compreende-lo, querem que ele seja como elas querem - o Mundo, e Deus, a servi-las. Querer tudo e todos é isso.

Mas como nem sempre o Mundo e Deus está ao nosso serviço, vivem em eterna queixa...

No fundo, creio que todos passamos por uma fase assim, a seguir à adolescência, que depois reaparece de vez em quando em momentos de mais cansaço.


Não sei se é isto que estava na tua ideia quando escreveste este belíssimo texto; mas lá que o retrataste de uma maneira fantástica de precisão e beleza, isso é inegável!

Ninja! disse...

Espero que estejas bem, porque ia dizer que gostei muito do que escreveste...

Joaninha disse...

Abobrinha minha amiga,legítima não sei se será, mas natural é, afinal quem não quer ser king or queen of the world?

Tisha,

não fiques, isto é do estudo, ou da falta dele :)

António...
E quem não anseia chegar a Deus propriamente dito :)

Daniel,
Obrigada.

Joaninha disse...

Loira, gracias amiga :)

Krippa, Lá estás tu a bater no ceguinho ;)

Alf,

Passamos pois...Era quase isso...:)

Ninja, estou optima, ainda bem que gostaste :)

beijos a todos

Perla disse...

Esperar, saber esperar, exige sabedoria e paciência. Isso é um pouco de Deus!

Bjinhos

Blondewithaphd disse...

Tou vendo que a tipa já foi de férias...

Joaninha disse...

Loirinha,

Quem me dera, estou em frequências a que seguirão exames porque cheira-me que não me safo de fazer pelo menos 1 exame.

Beijos lindos