segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Oração para existir

Nos dias em que me sinto oco, que me sinto vazio, em que nada sou e em nada me consubstancio. Nesses sacrossantos dias infinitos, dias tão destituídos, domínio feroz do vácuo, momentos de inglória solidão, é nesses em que sadiamente duvido da minha própria existência física, será que verdadeiramente existo?

Nos dias em que me sinto forçadamente inexistente e assim sendo forcado ao isolamento deprimente, em que tudo carece de tudo e pasmo perante morte da natureza, não há cor nas janelas, vejo apenas cortinas negras.

É nessa altura enfim, frente a frente com a racionalidade da minha provável inexistência e perante a potencia que é a sempre presente, sempre firme, sempre forte, sempre sã, sempre estranhamente divina figura, Tu, que me pergunto quem eu sou.

Afinal sempre existo? E tenho formas que se desenham no vácuo infinito? afinal não morro? afinal vivo?

Óh Luz santíssima, santa Luz, coloridamente colorindo o espaço que antes não o era, dominando os terríveis impérios do feroz vazio infindavelmente infinito, faz-me algo, faz-me substancia, leva-me contigo, faz-me um teu eternamente amigo. Torna-me para que não perca os contornos da minha inexistência constante, do meu não ser frustrante, e confirma-me imaculadíssima Luz, ensina-me a ser, conduz-me no existir, para que, nestes dias imensos, dias nus, dias em suspenso, presos na sempre ingloriosa solidão, possa ainda assim ver a minha silhueta recortada contra o gigante nada que me consome, por mim a dentro. Este nada enormemente enorme.

Ilumina-me Luz para que me concretize, para que existindo possa, ainda que por breves e fortuitos momentos, iluminar eu também, aqueles que são inexistente comigo.

Ámen!

7 comentários:

antonio - o implume disse...

O caminho da espiritualidade não se centra no eu, não será aí que encontraremos o som primordial sobre o qual se deu a criação.

alf disse...

um nada que te consome? Isso está mal... estás a entrar em depressão, andaste a estudar demais. Precisas de programas desafiantes... por exemplo, vai ao encontro promovido pela ALI_SE no CNC a 27 de Novembro.

Fizeste uma oração, alguma resposta surgirá.

Krippmeister disse...

Se o Antonio tiver razão, lá se terá que mandar toda a religião cristã pró lixo. Coisa mais egocêntrica que aquilo não há.

Esta oração no entanto é bem mais bonita e sonante que qualquer Maria ou pai nosso, mesmo com continhas, e é-nos muito mais próxima.

miguel disse...

amen

Rui Figueiredo Vieira disse...

Impacável!!!!!

Blondewithaphd disse...

Ilumina-me Luz para que me concretize - é isso mesmo! Ámen! assim seja!

Ferreira-Pinto disse...

Ámen it shall be!