segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Repartição

Por causa do trabalho ando a passar demasiado tempo na repartição de finanças

Estava a pensar em algo para escrever, mas não me ocorre nada.
Apenas pequenas ruas de pensamento fechadas.
Pensava, sentada na cadeira de pano azul da repartição, não ser normal pensamentos que não dão em nada.
Mas depois pensei, pensar na repartição das finanças é contraproducente, devido ao estado de espírito subjacente a um lugar tão deprimente.
Estava a tentar pensar em algo para escrever, podia ser que assim não me desse para adormecer, sentada na cadeira de pano azul da repartição, armada de senha na mão, sem nada para fazer.
Infelizmente continua a não me ocorrer nada, continuo aqui parada, com os pensamentos em beco, em branco continuo sentada.

9 comentários:

miguelav disse...

para quem não pensa em nada és o máximo a escrever o que te vai na cabeça e na alma.

Allanah disse...

ohhhhh que ammmoooorrr o migueliiittooo!!! Valente seca hein Jô?

Joaninha disse...

Um bocado Allanah.
Hoje até foi rapido, mas na quinta feira estevi lá enfia uma tarde inteira!!

Krippmeister disse...

Hehehe! Quem diria que a repartição de finanças e a sua respectiva entropia cerebral dessem um tema tão divertido. Belo momento.

Abobrinha disse...

Joana

Os orientais tendem a considerar esse estado de vazio mental como meditação. Por aqui chama-se ser funcionário público. Dito isto, os orientais têm a fama de ter um (ahem) pequeno talento, por isso não sei que te diga.

Leva um livrinho. Um crochetzinho. E olha que nem uma gaja pode estar sempre a dar-lhe na pensadura!

Há sempre a abordagem de pensar em todos nús ou então inventar histórias: aquele tem cara de quem anda a encornar a esposa, aquele tem aspecto de quem veio pagar a contribuição autárquica do amante, aquela tem todo o aspecto de ter o salário penhorado por dívidas ao fisco... que contraiu porque não pagou os impostos porque se meteu no casino por andar enrabichada com um funcionário que teve uma avença na máfia húngara... e por aí adiante!

Joaninha disse...

Aborinha,

Pois é, olha livro não dá pporque me dá sono aquele ambiente e se começo a ler então adormeco mesmo:)
Quanto a croché, não sei fazer com muita pena minha, um dia deste ainda aprendo, para poder rentabilizar as horas que perco sentada ali.

Já fiz varios "filmes" com o pessoal daquela repartição, tenho é que comecar a escreve-los para depois por no blog!!

Anónimo disse...

joaninha , eu uso o sudoku nesses apertos!

Joaninha disse...

Maezita!!!

Que bom ter-te de volta!

O soduku é para professoras de fisica inteligentes e com raciocinio matematico aguçado:) Para mim, pobre produtora animal, dá-me mais sono do que as revistas cor de rosa que eles lá tem!!

Krippmeister disse...

Posso sugerir o SuDoku Live?

:-)